O que é uma rede de data center?

O que é uma rede de data center?

Uma rede de data center consiste em switches, roteadores e outros componentes de hardware que trabalham juntos para fornecer a conectividade e a segurança necessárias para executar aplicativos e processar dados. Como os requisitos dos aplicativos estão em constante mudança para atender às demandas dos negócios e as redes de data center também precisam evoluir. As redes de data center tradicionais dependem pesadamente de hardware e servidores físicos presentes nas instalações, que apresentam questões de armazenamento, confiabilidade e latência em face ao crescente volume de dados. Além disso, a única maneira de expandir uma rede tradicional é implementar switches e roteadores de maior capacidade, o que é caro e limitado pelo tamanho físico do data center. Esses dispositivos maiores e mais complexos também apresentam maiores riscos; eles são mais propensos a falhas, falhas estas que têm um maior impacto (ou "raio de explosão") que os dispositivos menores.

As modernas redes de data center, por outro lado, incorporam a virtualização para dar suporte a aplicativos e cargas de trabalho em ambientes físicos e multicloud. Embora as redes modernas ainda contem com componentes físicos (roteadores, switches, firewalls, servidores, etc.), elas também dependem de componentes de software, como sistemas de gerenciamento e automação, além de análises, para fornecer dados e serviços de maneira confiável e eficiente aos usuários finais.

 

Quais problemas são resolvidos por uma rede de data center moderna?

A rede de data center desempenha um papel crucial na capacidade de uma organização de atingir os objetivos de negócios. As redes de data center modernas incorporam automação e validação inteligentes para dar suporte a aplicativos críticos de maneira consistente e precisa, além de cuidar de diversos problemas operacionais, tais como:

Dependência de fornecedor: tradicionalmente eram os requisitos do fornecedor que determinavam o projeto da rede. A rede de data center moderna, por outro lado, é independente de fornecedor, o que permite que as necessidades de negócio da organização determinem o projeto, e oferece flexibilidade na escolha dos fornecedores.

Erro humano: operações manuais são a principal causa de problemas nas redes. As redes de data center modernas substituem as operações manuais pela automação, para ajudar a garantir a confiabilidade.

Complexidade: a automação também ajuda a simplificar as operações de rede, permitindo que a equipe de rede execute tarefas que anteriormente exigiam conhecimentos altamente especializados. Isso reduz restrições de recursos e lacunas de habilidades.

Violações de segurança: a segurança Zero-trust do data center é um aspecto importante da rede de data center moderna, oferecendo garantia de políticas, segmentação de rede e conformidade para evitar que informações sensíveis caiam em mãos erradas.

Rigidez: a rede de data center moderna tem agilidade e flexibilidade para se adaptar e ser ampliada conforme as mudanças nas necessidades dos negócios.

Inconsistências: consolidando as informações em um conjunto de dados, a rede de data center moderna garante que todas as operações de rede são baseadas em uma fonte única de verdade.

Nevoeiro de dados: ter de encontrar algo relevante em quantidades gigantescas de dados torna a resolução de problemas um desafio. Incorporando análises avançadas, a rede de data center moderna elimina este desafio, permitindo que a rede detecte rapidamente desvios e condições específicas para então fornecer insights acionáveis para uma rápida identificação da causa raiz.

 

Como funcionam as redes de data center modernas?

As redes de data center modernas são projetadas para enfrentar as limitações de escalabilidade e redundância que ocorrem quando as redes de data center tradicionais precisam crescer e evoluir. Esse objetivo é atingido com uma arquitetura formada por uma rede underlay baseada em IP que interconecta dispositivos físicos e uma overlay virtual formada por um plano de controle e um plano de dados para fornecer conectividade entre endpoints.

Usando uma arquitetura Clos — ou spine e leaf — para a rede underlay, você reduz a latência e aumenta a interconectividade. Cada dispositivo leaf é conectado a um dispositivo spine, proporcionando assim redundância e resiliência. Como todos os enlaces estão ativos, essa arquitetura também oferece roteamento multicaminho de igual custo (ECMP). A Figura 1 ilustra o projeto de uma malha Clos simples.

 Diagrama da arquitetura de malha Clos

Figura 1: Exemplo de arquitetura Clos.

Observe como todos os nós spine estão ligados a nós leaf. Horizontalizar a arquitetura da rede de data center desta forma oferece vários benefícios:

  • Aumenta a agilidade
  • Reduz a latência
  • Maximiza a largura de banda
  • Minimiza a perda de largura de banda no caso de falha nos enlaces

Saiba mais sobre a malha de data center.

Uma overlay de VPN Ethernet (EVPN) - LAN extensível virtual (VXLAN) é colocada sobre a infraestrutura underlay. O EVPN-VXLAN é um protocolo de malha de data center baseado em padrões que atua como plano de controle para fornecer inteligência de mapeamento de rede. O EVPN-VXLAN, seja utilizando servidores virtuais ou físicos, permite a implantação de redes muito maiores.

Outro aspecto importante de um data center moderno é a automação. Embora as equipes de rede já tenham reconhecido há muito tempo o valor da automação para lidar com tarefas operacionais trabalhosas e reduzir erros humanos, a maior parte das ferramentas convencionais de automação se concentra apenas em tarefas específicas e gera configurações aplicáveis apenas à rede utilizada no momento pela organização. Se houver uma mudança na rede, os scripts também deverão ser alterados. Além disso, se a rede incluir hardware de vários fornecedores, a organização deverá manter vários scripts para fazer a mesma coisa.

Para superar esses problemas e simplificar as operações, as equipes de rede contam com software de redes baseadas em intenção (IBN) para projetar, implantar e operar seus data centers modernos. Esse software parte da intenção da equipe de rede — os objetivos de negócios expressos — e os converte em políticas de rede acionáveis, que são então executadas como configurações específicas de dispositivo, independentemente do fornecedor do hardware. O software também valida resultados, monitora continuamente a rede para garantir que ela mantém a conformidade com a intenção e faz ajustes por todo o ciclo de vida da rede (Dia 0 ao Dia 2+).

Saiba mais sobre as redes baseadas em intenção.

 

Redes de data center da Juniper em ação

A Juniper tem todo o necessário para uma equipe de rede projetar, montar, implementar e operar uma rede de data center moderna. Independentemente de sua organização estar começando do zero ou aprimorando uma rede existente, nosso objetivo principal é aumentar a confiabilidade da infraestrutura e das operações da sua rede, reduzir seus custos operacionais e acelerar o tempo ao mercado. Fazemos isso fornecendo software de redes baseadas em intenção e soluções especialmente programadas de comutação, roteamento e segurança. Além de nosso hardware ter acesso a um sistema operacional Junos bem estruturado, mas versátil, nossos sistemas também possuem malha IP, prevenção de ameaças e recursos EVPN-VXLAN.

 

Juniper Apstra

O software de redes baseadas em intenção Juniper Apstra automatiza e valida o projeto, a implantação e as operações de redes para diversos fornecedores, topologias e localizações de data center. O Apstra acelera as operações do dia a dia com uma fonte única de verdade, análises poderosas e identificação de causa raiz, para que você possa identificar e resolver problemas com rapidez. O Apstra reduz significativamente os tempos de implantação, com modelos validados e provisionamento zero-touch (ZTP). O Apstra também evita panes, com insights preditivos, reduz o tempo à resolução e diminui o erro humano com o controle e a reversão rápida de mudanças por toda a rede.

 

Switches

A Juniper oferece vários switches para malhas de redes de data center. Nossos switches permitem que você amplie facilmente a sua rede de data center, para:

  • Incluir mais usuários
  • Aumentar a velocidade da rede
  • Acomodar maiores transferências de dados
  • Incluir camadas de segurança
  • Otimizar a nuvem
  • Implementar aprendizado de máquina e IA

Nós usamos o Mist AI em nossos switches para realizar avaliações, usando dados em tempo real para fazer previsões criadas para economizar tempo, recursos e dinheiro. Nossos switches empilháveis também são de fácil integração com outros sistemas e oferecem conexões com fio e sem fio, incluindo EVPN-VXLAN. Temos as famílias de switches da série EX e da série QFX. A série EX é formada por switches de ethernet com integração à nuvem e camadas de núcleo de agregação que funcionam bem com redes de filiais empresariais, campus e data center. Os switches de rede QFX oferecem programabilidade aberta com o Junos OS e permitem a automação de ponta a ponta com o software Juniper Apstra. Você pode projetar malhas spice-and-leaf com os switches da série QFX, pois eles possuem recursos de núcleo, gateway de data center e interconexão de data center.

 

Roteadores

A Juniper possui uma linha de roteadores prontos para a borda que podem oferecer robustez ou agilidade, conforme necessário. Os roteadores Juniper mantêm a consistência operacional e podem ser integrados a sistemas de redes ou oferecer melhorias a esses sistemas. Em conjunto com o Junos OS e o software de automação, esses roteadores estão prontos para o que vier no futuro. Temos também a série MX Universal, que oferece roteadores habilitados para SDN que podem atender ao seu crescimento. Há também a série PTX, que oferece recursos de núcleo, extrema eficiência de energia e desempenho excepcional em redes 100G e 400G. A série PTX é também otimizada para o uso em núcleos WAN e data centers. Se você precisar, temos também roteadores metro universais. Nossa série ACX beneficia os usuários tornando os overlays de rede uma coisa do passado. Para aqueles que querem maximizar a automação e o aprendizado de máquina, oferecemos roteadores Session Smart. Conecte um gateway à sua rede para proteger ainda mais os seus roteadores. Por fim, temos firewalls físicos, virtuais e conteinerizados.

 

O Junos OS

O sistema operacional Junos é um diferencial de nosso hardware. Diferentemente de outros sistemas, que podem ter várias versões de diferentes sistemas operacionais, todo o nosso sistema utiliza o Junos OS. Todos os nossos equipamentos contêm o sistema operacional Junos, o que facilita a conexão deles. Este SO também aprende e usa análises em tempo real para otimizar o desempenho. Algumas outras coisas oferecidas pelo Junos OS:

Estruturas de automação: integre o Junos OS com facilidade. Compatível com várias infraestruturas, incluindo:

  • Ansible
  • Chef
  • Puppet
  • PyEZ
  • Salt

Capacidade de programação: molde o Junos OS conforme as especificações dos negócios com a API Juniper Extension Toolkit (JET). Aqui, os operadores podem programar o SO para gerenciar os serviços de acesso à rede e do plano de dados. A API JET trabalha com todo o nosso portfólio, o que também inclui servidores externos.

Telemetria: com a interface de telemetria do Junos (JTI), os programadores perceberão um mecanismo analítico de rede distribuída que pode acumular, organizar e fornecer dados de rede e informações de eventos em tempo real. Isso ajuda os operadores a se prepararem para o futuro e otimizarem suas redes conforme necessário.

Perguntas frequentes sobre a rede de data center

O que faz uma rede de data center? Para que ela é utilizada?

Uma rede de data center permite que os operadores forneçam serviços digitais aos usuários finais. Ela faz tudo isso com o auxílio de hardware de rede, como roteadores, switches e gateways. Esses produtos podem vir com inteligência artificial, aprendizado de máquina, firewalls e software de gerenciamento e automação para agilizar e proteger as operações de rede. 

Por que precisamos de redes de data center?

As redes de data center fornecem serviços e aplicativos essenciais aos usuários finais. Qualquer um que esteja on-line dependerá de redes de data center. No mundo atual, faminto por informação, há uma demanda cada vez maior por capacidade de computação, maior velocidade de processamento e maior espaço de armazenamento. Como resultado, otimizar o desempenho e a escalabilidade da rede é um desafio enfrentado todos os dias pelas equipes de rede.

Quais são as soluções de redes de data center oferecidas pela Juniper?

A Juniper oferece uma ampla gama de produtos para modernizar e automatizar a sua rede de data center.

O software Juniper Apstra automatiza e valida a sua rede de data center do Dia 0 ao Dia 2 e além para melhorar a confiabilidade, a velocidade e a flexibilidade das operações. O Apstra e o único software de redes baseadas em intenção que oferece suporte a vários fornecedores. Esse software também oferece suporte a praticamente qualquer topologia e qualquer localização de data center.

As plataformas de comutação, roteamento e segurança da Juniper fornecem escalabilidade, confiabilidade e proteção contra ameaças à malha de data center, gateways e interconexão de data center (DCI). O Junos OS alimenta todo o hardware físico e virtual da Juniper, oferecendo maior eficiência operacional e agilidade de serviço.