O que é 400G?

O que é 400G?

400G é a nova geração da infraestrutura de nuvem. Aumentando em quatro vezes a velocidade máxima da transferência de dados em redes 100G, a tecnologia 400G responde à gigantesca demanda por largura de banda enfrentada pelos provedores de infraestrutura de rede hoje. Sistemas abertos, inteligência artificial (IA), aprendizado de máquina e armazenamento na nuvem contribuem para o crescimento exponencial do tráfego. Conforme data centers de grande porte fazem a transição para infraestruturas mais escaláveis, a conectividade de alta capacidade torna-se essencial para acompanhar o aumento do número de usuários, dispositivos e aplicativos.

Para realmente entender o que estimula a necessidade da tecnologia 400G, é importante diferenciar as várias formas como ela pode ser definida e usada quando se fala em redes de data center.

  • Em geral, 400G refere-se a uma solução que oferece capacidade de 400G em um único comprimento de onda 400G. O termo é intercambiável com 400GbE e 400Gb/s, dependendo do contexto.
  • 400GbE refere-se à próxima taxa de capacidade em interfaces Ethernet que pode viajar por um único link. Ela é baseada no padrão aprovado IEEE 802.3bs que as camadas físicas do 400GbE, parâmetros de gerenciamento e de Media Access Control (MAC) precisam cumprir.
  • 400Gb/s refere-se à velocidade de transferência de dados. Nesse caso, 400 bilhões de bits de informação viajam por um único comprimento de onda óptico a cada segundo.

Quais problemas a tecnologia 400G resolve?

As demandas de tráfego continuarão a pressionar os servidores de data center até o limite de sua capacidade. Soluções habilitadas para 400G são ideais para provedores de telecomunicações de alto volume, grandes data centers e empresas que enfrentam o crescimento implacável do tráfego. Além disso, a tecnologia 400G promete a potência, a eficiência e a densidade necessárias para 5G e novos aplicativos, como realidade aumentada e virtual e streaming de vídeo 4k.

O padrão IEEE 400GbE alcança velocidades de transferência de dados 4x mais rápidas do que 100Gb/s e fornece eficiência muito superior, pois pipes maiores são mais fáceis de gerenciar e transmitem bits em uma potência menor. Uma única porta 400G em um roteador, junto com fibra óptica, custará menos do que quatro portas individuais de 100G (4 x 100G) com seu próprio conjunto de fibra óptica 100G. E o mesmo se aplica à energia: Uma única porta 400G consome menos energia do que a energia agregada consumida por quatro portas 100G individuais.

Além disso, velocidades de 400Gb/s possibilitam arquiteturas de escalabilidade horizontal e vertical otimizadas para maior resiliência e um raio de falhas reduzido.

Novos equipamentos 400G, como produtos de transporte óptico, conectores compactos, transceptores ópticos de alta velocidade e gerenciamento de fibra têm suporte para redes 400GbE com escalabilidade horizontal, vertical e custo por bit significativamente baixo, alta densidade e taxa de transferência confiável.

Como funciona a tecnologia 400G?

A tecnologia 400GbE requer a capacidade de processar mais símbolos por segundo e formatos de modulação avançados para tratar mais bits por símbolo. Combinados, esses recursos habilitam a capacidade de transporte de 400Gb/s por comprimento de onda a ser entregue a um custo ideal por bit em um formato menor, com menos interfaces e pontos de falha, e exigindo menos energia e aquecimento — tudo isso com 4x a capacidade das redes 100Gb/s.

A evolução de 4 x 100GbE para 1 x 400GbE trouxe reduções significativas de energia e espaço.

Soluções 400G da Juniper

As infraestruturas de rede de hoje exigem escalabilidade, flexibilidade, simplicidade e segurança integradas. As operadoras de rede precisam atender a demandas de largura de banda cada vez maiores agora e no futuro, de forma confiável e econômica.

Com maior taxa de transferência, economia de espaço, energia e opções de interconexão, as soluções 400G da Juniper são projetadas para ajudar as operadoras de rede a conquistar essas metas enquanto continuam a inovar na era da nuvem.

Perguntas frequentes sobre 400G

O que é a tecnologia 400G?

400G representa a próxima geração de transceptores ópticos. Aumentando em quatro vezes a velocidade máxima de transferência de dados de redes 100G, a tecnologia 400G responde à gigantesca demanda por largura de banda enfrentada pelos provedores de infraestrutura de rede.

O que está impulsionando a adoção do 400G?

O enorme crescimento da computação em nuvem, IA e do 5G impulsionaram uma demanda exponencial por soluções escaláveis e de alta largura de banda, que podem suportar novas técnicas e arquiteturas 400G. A necessidade de melhores fluxos de trabalho operacionais, melhores políticas econômicas e resultados de negócios concretos continuam a impulsionar a adoção do 400G no futuro.

Quem está procurando implementar o 400G?

Soluções habilitadas para 400G são ideais para provedores de telecomunicações de alto volume, grandes data centers e empresas que enfrentam o crescimento implacável do tráfego. As operadoras de data center de hiperescala foram as primeiras a adotar e implantar soluções 400G, que agora estão sendo adotadas por um grupo mais amplo de operadoras inovadoras e voltadas para o futuro que enfrentam desafios semelhantes de alto tráfego.

Quais são as vantagens das implantações 400G?

O 400G permite um novo nível de escala. Fornecendo uma largura de banda 4x superior por RU que o 100G, os módulos transceptores ópticos 400G oferecem um custo menor por bit entregando a mesma largura de banda em menos espaço físico. Os tubos de 400G são também mais fáceis de gerenciar com menos portas no geral, e os avanços no silício reduzem os watts consumidos por gigabit, permitindo a transmissão de mais bits gastando menos energia. 

Quais soluções 400G a Juniper oferece?

A Juniper oferece um portfólio completo de switches e roteadores de chassi modular e fixo com capacidade para o 400G, tanto para WANs como redes de data center. Essas soluções abrangem os Roteadores de transporte de pacotes da Série PTX, Plataformas de roteamento universal 5G da Série MX e Switches da Série QFX. Todos eles são otimizados para casos de uso de grande escala, incluindo núcleo, peering, data center edge, interconexão de data centers (DCI) e aplicativos edge de multisserviço.