A T-Systems introduz as redes baseadas em intenção na entrega de serviços de TI em escala de nuvem

As maiores empresas da Alemanha, Áustria e Suíça, além das empresas da Fortune 100, contam com a T-Systems para terem serviços especializados de tecnologia de comunicações e informação (ICT). Uma subsidiária da Deutsche Telekom, a T-Systems é uma importante provedora de nuvem na Alemanha, com serviços que atendem as rigorosas leis de privacidade de dados do país.

A T-Systems modernizou suas redes de data center com a Juniper para atender seus novos requisitos de desempenho, disponibilidade e escalabilidade para transformação digital e nuvem.

Visão geral


Empresa T-Systems
Indústria Prestador de serviços
Produtos usados QFX10002QFX5100Juniper Apstra
Região EMEA
Herói da T-Systems (Apstra)
Sucesso do cliente em um piscar de olhos

#1

Provedor de serviços de TI na Alemanha

O maior provedor de soluções SAP hospedadas do mundo

Criou malha IP em larga escala para quatro data centers

Acelerou o projeto e implantação da malha de rede em escala de nuvem

Desafio

A rede de data centers, antes invisível, passou a ser estratégica

A inovação é essencial para a resolução de problemas complexos de TI em algumas das maiores empresas do mundo. Para entregar essa inovação, a T-Systems consolidou 45 data centers em todo o mundo, criando 11 modernos data centers em escala de nuvem que podem atender às expectativas mais exigentes de desempenho e disponibilidade dos clientes.

“Queríamos melhorar nossos data centers com o mais moderno projeto de SDN/malha IP", disse Thomas Wende, chefe de engenharia de redes para data centers da T-Systems. “Com uma moderna arquitetura de data center da Juniper, podemos implementar automação para provisionar ambientes para os clientes com maior rapidez.”

Automação e orquestração foram requisitos essenciais para permitir que a T-Systems entregasse serviços aos clientes e aproveitasse rapidamente seus novos requisitos, como a multinuvem.

T-Systems (Apstra) Challenge
Solução

Criar uma malha de rede para data centers que fosse flexível e automatizada

“Os clientes estão percebendo que serviços de rede podem agregar valor", afirma Robert Semjon, chefe global de operações de rede para data centers da T-Systems. “No passado, ninguém prestava atenção na rede. A rede simplesmente deveria funcionar, como um elevador.”

Com o digital no centro de tantas experiências para os clientes, as expectativas para a antes invisível rede de data center mudaram drasticamente. Como percorre há vários anos uma jornada para consolidar, migrar, modernizar e automatizar seus data centers em todo o mundo com o objetivo de entregar serviços de ICT aos clientes, a T-Systems valoriza ter uma infraestrutura aberta e flexível.

A T-Systems conta com uma solução de malha IP da Juniper em escala de nuvem para ter uma fundação sólida e resiliente de rede em seu data center em Houston, nos EUA, e nos data centers de Munique, Magdeburgo e Biere na Alemanha. Ela utiliza switches da Série QFX da Juniper para sua malha IP de grande porte, oferecendo conectividade entre quaisquer pontos para aplicativos em vários data centers. 

A automação permitirá que os operadores de seus data centers façam mudanças na infraestrutura da rede conforme os requisitos dos clientes com maior rapidez, mais eficiência e menor risco. Com o sistema Juniper Apstra, as equipes de data center podem acelerar o projeto, a implantação e o gerenciamento do ciclo de vida de suas malhas IP. 

“Vimos uma enorme vantagem em usar a Juniper após a aquisição do Apstra”, conta Semjon. “O Apstra simplificará e automatizará nossas operações de rede do dia a dia.” 

T-Systems (Apstra) Solution
Resultados

Entrega de serviços de infraestrutura com maior rapidez e eficiência

A automação foi essencial para permitir a rápida entrega de serviços de infraestrutura que atendesse as expectativas dos clientes quanto ao tempo de lançamento no mercado. 

Os switches da Série QFX nos data centers da T-Systems são ideais para Big Data, armazenamento e outras aplicações com picos de demanda, além de aumentarem a resiliência das aplicações.

O projeto e as operações da rede baseada em intenção da Apstra simplificam o projeto e implantação da malha IP da Juniper. As equipes de operações dos data centers podem especificar os resultados que desejam para então o software do Apstra configurar a rede e garantir continuamente que a malha estará operando conforme desejado. Se houver algum problema, essas mesmas ferramentas serão usadas para evitar panes, com insights preditivos. 

Com automação e garantia contínuas, o risco de erro humano na execução de mudanças em uma infraestrutura complexa pode ser reduzido. A automação das tarefas do dia a dia deixa os especialistas livres para trabalharem com os clientes, e juntos desenvolverem soluções para o futuro. 

Na fase inicial, o Apstra irá gerenciar uma malha IP formada por switches da Série QFX, mas os recursos abertos do Apstra que podem atender diversos outros fornecedores são uma vantagem poderosa. A T-Systems planeja usar o Apstra para também gerenciar e automatizar switches de código aberto e de outros fornecedores. 

T-Systems (Apstra) Outcome
”Automação e orquestração foram requisitos essenciais, por nos permitirem fornecer serviços aos clientes e aproveitar novas oportunidades, como a multinuvem, com maior rapidez.”
Thomas Wende Chefe da engenharia de redes de data centers da T-Systems

Publicado em novembro de 2021