Help us improve your experience.

Let us know what you think.

Do you have time for a two-minute survey?

 
 

Solicitar informações operacionais usando NETCONF

Em uma sessão NETCONF, um aplicativo cliente pode solicitar informações sobre o status atual de um dispositivo em execução no Junos OS. Para solicitar informações operacionais, um aplicativo do cliente emite o elemento de tags de solicitação específico da API Junos XML que retorna as informações desejadas. Por exemplo, o elemento de tags corresponde ao comando, o elemento de tags solicita as mesmas informações do comando e o elemento tag solicita as mesmas informações <get-interface-information> show interfaces do <get-chassis-inventory> show chassis hardware <get-system-inventory> show software information comando.

Para obter informações completas sobre os elementos de tags de solicitação operacional disponíveis na versão atual do Junos OS, consulte "Mapeamento entre elementos de tags operacionais, métodos perl e comandos CLI" e "Resumo dos elementos de etiqueta de solicitação operacional" na referência do desenvolvedor operacional da API Junos XML.

A aplicação inclui a etiqueta de solicitação em um <rpc> elemento. A sintaxe depende se o comando CLI correspondente tem opções incluídas.

A aplicação do cliente pode especificar a formatação das informações retornadas pelo servidor NETCONF. Ao definir o atributo opcional na etiqueta de solicitação operacional de abertura, um aplicativo cliente pode especificar o formato da resposta como formato marcado por XML, que é o texto ASCII padrão, formatado ou format JSON (JavaScript Object Notation). Para obter mais informações sobre a especificação do formato, consulte Especifique o formato de saída para solicitações de informações operacionais em uma sessão NETCONF.

Observação:

Ao exibir dados operacionais ou de configuração que contenham caracteres fora do conjunto de caracteres ASCII de 7 bits, o Junos OS escapa e codifica esse caractere usando a referência equivalente de caracteres decimais UTF-8. Para obter mais informações, consulte Entender a codificação de caracteres em Juniper Networks dispositivos.

Se o aplicativo do cliente solicitar a saída em formato de tags XML, o servidor NETCONF encerra sua resposta no elemento de tags de resposta específico que correspondem ao elemento da etiqueta de solicitação, que é então fechado em um elemento de <rpc-reply> tags.

Para o formato marcado por XML, a etiqueta de abertura de cada resposta operacional inclui o atributo de definir o espaço de nome XML para os elementos de tags fechados que não têm xmlns um prefixo (como) em seus junos: nomes. O namespace indica qual definição do tipo de documento JUNOS XML (DTD) define o conjunto de elementos de tags na resposta. A API Junos XML define DTDs separados para respostas operacionais de diferentes módulos de software. Por exemplo, o DTD para informações de interface é chamado junos-interface.dtd e o DTD para informações de chassi é chamado junos-chassis.dtd. A divisão em espaços de nome DTDs e XML separados significa que um elemento de tags com o mesmo nome pode ter funções distintas, dependendo de em qual DTD ele seja definido.

O namespace é uma URL do seguinte formulário:

release-code é a string padrão que representa a versão do Junos OS em execução no dispositivo de servidor NETCONF.

category especifica o DTD.

O Junos XML API Operational Developer Reference inclui o texto dos DTDs Junos XML para respostas operacionais.

Se o aplicativo do cliente solicitar a saída em texto ASCII formatado, o servidor NETCONF encerra sua resposta em um elemento de tags, que é fechado em <output> uma <rpc-reply> etiqueta.

Se o aplicativo do cliente solicitar a saída no formato JSON, o servidor NETCONF incluirá os dados JSON no elemento <rpc-reply> de tags.