Help us improve your experience.

Let us know what you think.

Do you have time for a two-minute survey?

 
 

show mpls container-lsp

Syntax

Description

Exibir informações sobre os caminhos de Multiprotocol Label Switching (MPLS) de contêiner comutado por rótulos (LSPs).

Options

nenhum

Exibir informações padrão sobre todos os LSPs de membros configurados e ativos do LSP do contêiner.

breves | detalhamento | amplas | Concisa

(Opcional) Exibir o nível de saída especificado. A opção ampla exibe as mesmas informações da opção de detalhes, mas abrange os 50 eventos mais recentes.

rotas contar ativas

(Opcional) Mostrar rotas ativas para o contêiner LSP.

Padrões

(Opcional) Exibir as configurações padrão do LSP do contêiner.

Descrições

(Opcional) Exibir as descrições de LSP do contêiner. Para exibir essas informações, você deve configurar a declaração descrição no nível [edit protocol mpls container-lsp] da hierarquia. Somente os LSPs com uma descrição são exibidos. Esse comando só é válido para o dispositivo de roteamento de entrada, porque a descrição não é propagada em mensagens RSVP.

para | up

(Opcional) Exibir apenas LSPs inativos ou ativos, respectivamente.

saída

(Opcional) Exibir os LSPs que terminam neste dispositivo.

Nota:

A egress opção exibe todos os LSPs, incluindo LSPs regulares, membros de LSPs de contêiner e LSPs de trânsito. Esse é um comportamento esperado para todas as plataformas.

entrada

(Opcional) Exibir os LSPs membros provenientes deste dispositivo.

sistema lógico (tudo | nome do sistema lógico)

(Opcional) Realize essa operação em todos os sistemas lógicos ou em um sistema lógico específico.

nome

(Opcional) Exibir informações sobre o LSP ou grupo de LSPs especificado.

Estatísticas

(Opcional) Exibir informações de contabilidade sobre LSPs. As estatísticas não estão disponíveis para LSPs no dispositivo de roteamento de saída, porque o penúltimo dispositivo de roteamento no LSP define o rótulo como 0. Além disso, conforme o pacote chega ao dispositivo de roteamento de saída, o hardware remove seu MPLS e o pacote volta a ser um pacote IPv4. Portanto, ele é contado como um pacote IPv4, não um MPLS de dados.

Trânsito

(Opcional) Exibir LSPs que transitam neste dispositivo de roteamento.

Unidirecional

(Opcional) Exibir informações de LSP unidirecionais.

Required Privilege Level

Ver

Output Fields

Tabela 1 descreve os campos de saída do show mpls container-lsp comando. Os campos de saída são indicados na ordem aproximada na qual eles aparecem.

Tabela 1: show mpls container-lsp Output Fields

Nome de campo

Descrição de campo

Nível de saída

Ingress LSP

Informações sobre os LSPs membros no dispositivo de roteamento de entrada. Cada LSP tem uma linha de saída.

Todos os níveis

Container LSP name

Nome do contêiner LSP.

Todos os níveis

Member LSP count

Número de LSPs de membros no contêiner LSP.

Todos os níveis

To

Destino (dispositivo de roteamento de saída) da sessão.

Breve

From

Origem (dispositivo de roteamento de entrada) da sessão.

breves detalhes

State

Estado do LSP tratado por esta sessão de RSVP:

  • Up

  • Dn (para baixo)

  • Restart

breves detalhes

Rt

Número de rotas ativas (prefixos) instaladas na tabela de roteamento. Para sessões de RSVP de entrada, a tabela de roteamento é a tabela IPv4 primária (inet.0). Para sessões de RSVP de trânsito e saída, a tabela de roteamento é a tabela MPLS principal (mpls.0).

Breve

P

Caminho. Um asterisco (*) abaixo desta coluna indica que o LSP é um caminho principal.

Breve

ActivePath

(LSP de entrada) Nome do caminho ativo: Primária ou secundária.

extenso detalhamento

LSPname

Nome do LSP membro.

breves detalhes

Egress LSP

Informações sobre os LSPs no dispositivo de roteamento de saída. MPLS aprende essas informações consultando o RSVP, que detém todas as informações de trânsito e saída da sessão. Cada sessão tem uma linha de saída.

Todos os níveis

Transit LSP

Número de LSPs nos dispositivos de roteamento de trânsito e o estado desses caminhos. MPLS aprende essas informações consultando o RSVP, que detém todas as informações de trânsito e saída da sessão.

Todos os níveis

Min LSPs

Número mínimo de LSPs de membros.

Padrão: 1

Extensa

Max LSPs

Número de LSPs de membros que o LSP do contêiner pode ter no máximo.

Padrão: 64 (devido ao limite de ECMP)

Extensa

Aggregate bandwidth

A soma das larguras de banda de todos os LSPs de membros.

Extensa

NormalizeTimer

Duração entre dois eventos de normalização.

Quando não está configurado, 21.600 segundos (6 horas) são definidos como o valor padrão.

Extensa

NormalizeThreshold

Mudança na utilização de LSP agregada para acionar a divisão ou fusão expressa em porcentagem.

Extensa

Max Signaling BW

Largura de banda máxima usada para sinalizar LSPs após um evento de normalização.

O valor padrão é de 0 bps. Quando não está configurado, o valor é herdado da configuração de largura de banda de divisão.

Nota:

Entre dois eventos de normalização, quando ocorre o ajuste da largura de banda automática, a configuração e os limites de largura de banda automática por LSP são usados, em vez do limiar de largura de banda de sinalização máximo.

Extensa

Min Signaling BW

Largura de banda mínima usada para sinalizar LSPs após um evento de normalização.

O valor padrão é de 0 bps. Quando não está configurado, o valor é herdado da configuração de largura de banda mesclada.

Nota:

Entre dois eventos de normalização, quando ocorre o ajuste da largura de banda automática, a configuração e os limites de largura de banda automática por LSP são usados, em vez do limiar de largura de banda de sinalização mínimo.

Extensa

Splitting BW

Largura de banda usada para divisão e fusão de LSP.

O valor padrão é de 0 bps. Quando não está configurado, o valor é herdado da configuração de largura de banda máxima de auto-largura de banda.

Extensa

Merging BW

Largura de banda usada para divisão e fusão de LSP.

O valor padrão é de 0 bps. Quando não está configurado, o valor é herdado da configuração de largura de banda mínima auto-largura de banda.

Extensa

LSPtype

Tipo LSP.

Extensa

LoadBalance

Largura de banda balanceada de carga.

Extensa

MinBW

Largura de banda LSP mínima em bps relacionada à largura de banda automática.

Extensa

AdjustTimer

Tempo total em segundos permitido antes do ajuste da largura de banda LSP.

Gama: De 300 a 315360000 segundos

Extensa

Max AvgBW util

Valor atual da utilização real da largura de banda média real em bps.

Extensa

Overflow limit

Limite de estouro de limiar.

Extensa

Underflow limit

Limite de subfluxo limiar.

Extensa

Priorities

Prioridade de configuração e manter valores de prioridade.

Para a prioridade de configuração, 0 e 7 são a maior e menor prioridade, respectivamente.

Quando não está configurado explicitamente, 7 e 0 são definidos como os valores padrão para a prioridade de configuração e manter a prioridade, respectivamente.

Extensa

SmartOptimizeTimer

Tempo em segundos permitido antes da reotimização do caminho.

Extensa

Computed ERO

Roteado explícito computado. Uma série de saltos, cada um com um endereço seguido de um indicador de hop. O valor do indicador de hop pode ser rígido (S) ou frouxo (L).

Extensa

Received RRO

Rota recorde recebida.

RRO é uma série de hops, cada um com um endereço seguido de uma bandeira. Na maioria dos casos, o RRO recebido é o mesmo do ERO computado. Se o RRO recebido for diferente do ERO computado, haverá uma mudança de topologia na rede, e a rota está fazendo um desvio.

As bandeiras a seguir identificam a capacidade de proteção e o status do nó downstream:

  • 0x01— Proteção local disponível. O enlace downstream deste nó é protegido por um mecanismo de reparo local. Esse sinal só pode ser definido se o sinal de proteção local tiver sido definido no SESSION_ATTRIBUTE da mensagem de caminho correspondente.

  • 0x02— Proteção local em uso. Um mecanismo de reparo local está em uso para manter esse túnel (geralmente por causa de uma paralisação do enlace com que ele foi roteado anteriormente).

  • 0x03— Combinação 0x01 de 0x02 e .

  • 0x04— Proteção da largura de banda. O dispositivo de roteamento downstream tem um caminho de backup que fornece a mesma garantia de largura de banda que o LSP protegido para a seção protegida.

  • 0x08— Proteção de nós. O dispositivo de roteamento downstream tem um caminho de backup que fornece proteção contra falhas de enlace e nó na seção de caminho correspondente. Se o dispositivo de roteamento downstream puder configurar apenas um caminho de backup para proteção de enlace, o bit de proteção local disponível estará definido, mas o bit de proteção do nó está limpo.

  • 0x09 — O Detour está estabelecido. Combinação 0x01 de 0x08 e .

  • 0x10— Preempção pendente. O nó de pré-configuração define esse sinal se uma preempção pendente estiver em andamento para o LSP do mecanismo de tráfego. Essa bandeira indica ao roteador de borda legado (LER) de entrada deste LSP que ele deve ser recaminhado.

  • 0x20— ID de nó. Indica que o endereço especificado no sub objecto IPv4 ou IPv6 do RRO é um endereço ID de nó, que se refere ao endereço do roteador ou ID do roteador. Nós precisam usar o mesmo endereço de maneira consistente.

  • 0xb— O desvio está em uso. Combinação 0x01 de 0x02 . 0x08

Extensa

Created

Data e hora em que o LSP foi criado.

Extensa

Sample Output

show mpls container-lsp

show mpls container-lsp extensive

Release Information

Comando introduzido na versão 14.2 do Junos OS.

Declaração lançada para switches QFX no Junos OS Release 15.1X53-D30.