Help us improve your experience.

Let us know what you think.

Do you have time for a two-minute survey?

 
 

Exemplo: configurar diferentes padrões de fila e marcação para mecanismo de roteamento de saída e tráfego de manipulador de protocolo distribuído

Este exemplo mostra como configurar um roteador suportado em uma rede IPv4 para que o tráfego gerado pelo Mecanismo de Roteamento e o tráfego gerado pelo manipulador de protocolo distribuído sejam atribuídos a diferentes filas não padrão e marcados com diferentes bits de ponto de código DiffServ (DSCP) em todas as interfaces de saída.

Essa configuração permite configurar a priorização em toda a rede para controlar pacotes hello de protocolo de plano e pacotes keepalive gerados pelo roteador. Esse recurso é compatível com interfaces de saída hospedadas em roteadores da Série MX, roteadores M120 e FPCs Enhanced III em roteadores M320.

Requisitos

Este exemplo usa os seguintes componentes de hardware e software:

  • Dois roteadores MX80, R1 e R2, cada um com um Ethernet MIC Gigabit de 20 portas com SFP. Os dois roteadores estão diretamente conectados por uma rede IPv4.

  • Junos OS Versão 13.2 ou posterior.

Antes de configurar este exemplo, configure uma sessão de detecção bidirecional de encaminhamento (BFD) a partir da porta ge-1/0/19 no roteador R1 e na porta ge-1/1/0 no roteador R2.

Visão geral

Neste exemplo, você configura um roteador MX80 em uma rede IPv4 para que o tráfego gerado pelo Mecanismo de Roteamento e o tráfego gerado pelo manipulador de protocolo distribuído sejam atribuídos a diferentes filas de não salto e marcados com diferentes bits DSCP não de salto alto.

  • O tráfego de origem do manipulador de protocolo distribuído é colocado na fila 7 em todas as interfaces de saída. Desses pacotes, os pacotes de Camada 3 são marcados na saída com bits DSCP 001010.

  • O tráfego de origem do mecanismo de roteamento é colocado na fila 6 em todas as interfaces de saída. Desses pacotes, os pacotes de Camada 3 são marcados na saída com bits DSCP 000011.

Como o roteador MX80 neste exemplo tem interfaces hospedadas em um MIC Ethernet Gigabit de 20 portas com SFP, você pode substituir a fila padrão e o comportamento de marcação de DSCP do tráfego de saída do host, incluindo declarações de configuração no nível de [edit class-of-service host-outbound-traffic] hierarquia. Neste exemplo, você usa o e dscp-code-point as forwarding-class declarações para especificar os valores de substituição do tráfego gerados pelo manipulador de protocolo distribuído.

Nota:

Essa configuração também afeta o tráfego gerado pelo Mecanismo de Roteamento.

Para configurar diferentes filas e marcação DSCP do tráfego de origem do mecanismo de roteamento, você deve aplicar uma segunda configuração de substituição. Você configura um filtro de firewall IPv4 que usa as ações e dscp as forwarding-class ações para especificar os valores de substituição, e você anexa esse filtro à saída do endereço de loopback do roteador. Essa configuração afeta o tráfego de origem do Mecanismo de Roteamento, mas não o tráfego de origem do manipulador de protocolo distribuído.

Configuração

Para configurar diferentes padrões de marcação de fila e DSCP para mecanismo de roteamento de saída e tráfego de manipulador de protocolo distribuído, realize essas tarefas:

Configuração rápida de CLI

Para configurar este exemplo rapidamente, copie os seguintes comandos, cole-os em um arquivo de texto, remova quaisquer quebras de linha, altere todos os detalhes necessários para combinar com sua configuração de rede e, em seguida, copie e cole os comandos no CLI no nível de [edit] hierarquia.

Roteador R1

Roteador R2

Configuração da contagem de pacotes R1

Procedimento passo a passo

Configurar o roteador R1 para contar pacotes que chegam marcados para a network-control classe de encaminhamento:

  1. Configure o termo de filtro de firewall IPv4 que conta pacotes marcados para a network-control classe de encaminhamento.

  2. Configure o termo de filtro de firewall IPv4 que conta com todos os outros pacotes.

  3. Aplique o filtro de firewall em todos os pacotes de saída.

Configuração de filas R2 e remarcação do tráfego de saída do host

Procedimento passo a passo

Para configurar o Roteador R2 para colocar o tráfego de saída do host na fila 7 e marcar novamente pacotes de Camada 3 com bits DSCP 110000:

  1. Defina a bfd_keepalive aula de encaminhamento e mapeie-a para a fila 7.

  2. Configure o roteador para colocar o tráfego de origem do manipulador de protocolo distribuído (e também o tráfego de origem do Mecanismo de Roteamento) na fila 7 em todas as interfaces de saída.

  3. Configure o roteador para marcar novamente o tráfego de origem do manipulador de protocolo distribuído de Camada 3 (e também o tráfego de origem do Mecanismo de Roteamento) com bits DSCP 110000, compatíveis com bits ToS 1100 0000.

Configuração de fila r2 e remarcação do tráfego de origem do mecanismo de roteamento

Procedimento passo a passo

Para configurar o roteador R2 para colocar o tráfego de origem do mecanismo de roteamento apenas na fila 6 e marcar novamente pacotes de Camada 3 com bits DSCP 001010:

  1. Definir a re_control aula de encaminhamento e mapeá-la para a fila 6.

  2. Defina o filtro f_out_loopback de firewall IPv4 que coloca pacotes combinados na fila 6, re-marca pacotes de Camada 3 combinados com bits DSCP 001010 e aceita todos os pacotes combinados.

  3. Anexe o filtro à saída do endereço de loopback do roteador para que as ações de filtro se apliquem apenas ao tráfego de origem do mecanismo de roteamento.

  4. Se terminar de configurar o dispositivo, comprometa a configuração.

Resultados

A partir do modo de configuração, confirme sua configuração entrando noshow class-of-service, show firewallshow forwarding-optionse show interfaces comandos. Se a saída não exibir a configuração pretendida, repita as instruções de configuração neste exemplo para corrigi-la.

Roteador R1

Roteador R2

Verificação

Antes de começar a verificação, habilite sessões de BFD em ambos os roteadores.

Confirme se a configuração está funcionando corretamente.

Verificando a atribuição de fila do tráfego que R1 está enviando na sessão da BFD

Propósito

Verifique a classe de serviço (CoS) encaminhando atribuições de classe e o tipo de tráfego enviados do endpoint de origem BFD no Roteador R1.

Ação

A partir do modo operacional no Roteador R1, verifique se os pacotes BFD são enviados para fora do endpoint de sessão no Roteador R1. Sem a configuração de CoS presente, a saída de comando exibe estatísticas sobre tráfego na fila e transmitido para as quatro classes de encaminhamento e quatro filas de saída em uso.

Significado

As estatísticas da fila de saída 3 refletem o tráfego de sessão de BFD enviado ao Roteador R2.

Verificar se o roteador R1 está enviando tráfego BFD

Propósito

Verifique se o roteador R1 está enviando pacotes BFD de seu endpoint de sessão BFD.

Ação

A partir do modo operacional no roteador R1, verifique se a contagem de pacotes BFD que R1 envia o endpoint de sessão BFD continua a aumentar.

Verificar se o roteador R2 está recebendo tráfego BFD

Propósito

Verifique se o roteador R2 está recebendo pacotes BFD em seu endpoint de sessão BFD.

Ação

Do modo operacional no roteador R2, verifique se o endpoint de sessão BFD recebe pacotes destinados ao Mecanismo de Roteamento com bits DSCP definidos para 110000, o valor DSCP CoS padrão para a network-control classe de encaminhamento. O DSCP bits 110000 mapa para ToS bits 1100 0000, ou 0xC0.

Significado

A entrada de pacote de entrada de exemplo confirma que o pacote original foi marcado com, o que se correlaciona com tos 0xC0a classe network-controlde encaminhamento padrão.