Help us improve your experience.

Let us know what you think.

Do you have time for a two-minute survey?

 
 

segment-list

Syntax

Hierarchy Level

Description

Especifique um nome para identificar a lista de roteamento por segmentos (usada na política de engenharia de tráfego) e o caminho explícito para o caminho comutado por rótulos de roteamento de origem (LSPs) a atravessar por segmentos de engenharia de tráfego. A lista de segmentos é essencialmente uma pilha de identificadores de segmento.

A partir da versão junos os 19.1R1 para roteadores das séries MX e PTX, você pode permitir que um serviço de tradução traduza endereços IP de next-hop nos rótulos correspondentes do identificador de segmento (SID). O serviço de tradução acompanha o nó atingido em cada hop.

Quando configurado, o LSP de uma engenharia de tráfego de roteamento por segmentos (SR-TE) aceita endereços IP para todos os segment-list saltos ao longo do caminho. Esses endereços IP podem ser o endereço de loopback de um nó ou o endereço IP de um enlace, conforme identificado pelo node-type . Quando auto-translation ativado, os endereços IP do próximo hop são traduzidos automaticamente para SIDs correspondentes usando o serviço de tradução. Uma taxa de retrição pode ser definida para o temporizador de retry no source-packet-routing nível da hierarquia.

Nota:

A lista de segmentos permite BGP LSP de roteamento por segmentos estáticos e com base em políticas de roteamento por segmentos. Quando uma lista de segmentos é usada pelo protocolo BGP, o protocolo BGP valida esses identificadores de segmentos e escolhe segmentos válidos para engenharia de tráfego.

Options

Nome

Especifique um nome para identificar uma lista de segmentos TE SR.

Nota:

O comprimento combinado de nome de túnel e nome LSP não deve exceder 53 caracteres para que a telemetria por caminho funcione.

< nome de fábrica>

Indica o próximo salto na política de engenharia de tráfego de roteamento por segmentos (SR-TE).

  • ip-address— Especifique o endereço IP do hop. Para que uma lista de segmentos seja usada por um LSP de roteamento por segmentos não-coloridos, o primeiro hop deve especificar um endereço IP.

  • label— Especifique o rótulo SID do hop em uma lista de segmentos de engenharia de tráfego de roteamento por segmentos. Nos LSPs de roteamento por segmentos estáticos, o caminho do roteamento de origem usa a lista de segmentos somente se o segundo salto de Nth especificar rótulos de identificadores de segmento (SID).

    Nota:

    O intervalo vai de 0 a 1.048.576 e é aplicado a LSPs de roteamento por BGP segmentos estáticos e APS.

  • label-type— Use a opção abaixo para indicar que o endereço especificado é o endereço IP do nó, por exemplo, seu endereço de loopback, em vez do de um enlace.

    • node— Saltos especificados como são traduzidos para um SID de prefixo, que pode ser um SID de nó ou um SID de qualquercast, dependendo do tipo de endereço node IP hop. Endereços IP não identificados node como sendo um enlace.

    Nota:

    Se o primeiro salto for um , para a resolução de LSP funcionar corretamente, deve ser ativado em nível de hierarquia node ou em nível de hierarquia inherit-label-nexthopssource-packet-routingsegment-list relevante.

  • loose | strict— hops IP especificados usando IDs de roteador na sequência podem ser hops rígidos ou não. Um salto rígido deve ser conectado diretamente ao nó anterior na sequência. Um salto solto não está necessariamente conectado diretamente ao nó anterior.

    Nota:

    Você pode especificar apenas IDs de roteador como restrições de hop soltas ou rígidas. Rótulos e outros endereços IP não são suportados como restrições de hop soltas ou rígidas no Junos OS Release 19.2R1-S1.

auto-tradução

Essa opção deve ser ativada antes que uma determinada lista de segmentos possa usar endereços IP em vez de SIDs para qualquer hop diferente do primeiro hop. Além disso, todos os hops da lista de segmentos precisam ter endereços IP. Se algum hop na lista tiver um endereço IP e um rótulo configurados, o rótulo será mantido. Os endereços de enlace só são traduzidos em rótulos se o nó anterior anunciar um SID de adjacência para o endereço (caso contrário, a tradução falha).

Nota:

Na versão do Junos OS 19.1R1, para que a tradução automática funcione OSPF, o RSVP para roteamento por segmentos deve ser ativado em todas as interfaces participantes.

  • protected—(Opcional) Habilitar essa opção para garantir que o SID de adjabilidade seja qualificado para ter um caminho de backup e que uma bandeira B seja definida em anúncios SID de adjaceência. Observe que, a mandatory menos que também esteja selecionado, a escolha terá sucesso, independentemente.

    • mandatory—(Opcional) Permita que essa opção tenha falha na tradução caso algum links desprotegidos sejam encontrados na lista de hop.

  • unprotected—(Opcional) Habilitar essa opção para garantir que nenhum caminho de backup seja calculado para um SID de adjaceência específico, e que um sinal B não seja definido em anúncios de SID de adjaceência. Observe que, a mandatory menos que também esteja selecionado, a escolha terá sucesso, independentemente.

  • mandatory—(Opcional) Permita que essa opção tenha falha na tradução se algum links protegidos for encontrado na lista de hop.

Calcular

(Opcional) Habilitar o uso de caminhos explícitos especificados na lista de segmentos para computação de caminho.

herd-label-nexthops

Herde o rótulo next hops para o primeiro hop nesta lista de segmentos que tenha endereço IP e rótulo configurados no primeiro hop.

Você pode configurar a inherit-label-nexthops declaração global ou individualmente para cada lista de segmentos.

A declaração só entra em vigor quando o primeiro hop da lista inherit-label-nexthops de segmentos tiver endereço IP e rótulo SID presentes.

Se o primeiro hop da lista de segmentos não estiver configurado, e o primeiro hop tiver endereço IP e rótulo especificados, o comportamento padrão é usar o inherit-label-nexthops[edit protocols source-packet-routing segment-list] endereço IP.

As declarações restantes são explicadas separadamente. Pesquise uma declaração no CLI Explorer ou clique em uma declaração conectada na seção Sintaxe para obter detalhes.

Required Privilege Level

roteamento — Para exibir essa instrução na configuração.

roteamento-controle — para adicionar essa instrução à configuração.

Release Information

Declaração introduzida no Junos OS Release 17.4R1.

ip-address declaração introduzida no Junos OS Release 18.1R1 roteadores da Série MX.

inherit-label-nexthops, e declarações introduzidas na versão do node-typeauto-translate Junos OS 19.1R1 roteadores da série MX.

dynamic declaração lançada no Junos OS Release 19.2R1 em todas as plataformas.

compute, e declarações introduzidas na versão do loosestrict Junos OS 19.1R1-S1 em roteadores da série MX.